Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Canindé vacina 100% de seu rebanho contra febre aftosa

Canindé do São Francisco encerra nesta sexta-feira, seis dias antes do término da campanha, a vacinação de seu rebanho com 100% do gado vacinado
25 de Maio de 2007 | 07:47

Desde o dia 1° de maio, o Departamento Estadual de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Deagro), em parceria com o Ministério da Agricultura, iniciou a campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado. Canindé do São Francisco encerra nesta sexta-feira, 25, seis dias antes do término da campanha, a vacinação de seu rebanho com 100% do gado vacinado e declarado no Deagro.

Esta é a primeira vez em Sergipe que um município atinge essa marca. Canindé erradica a febre aftosa de seu território, eliminando a possibilidade de saída de carne contaminada para outra região, já que o município faz fronteira com Alagoas. Um forte indicativo da consciência dos pecuaristas sergipanos sobre a importância da vacinação para a saúde do rebanho.

Prejuízo

A febre aftosa é causada por um vírus altamente contagioso que ataca todos os animais de casco fendido, principalmente os bovinos, suínos, ovinos e caprinos. Ela causa febre alta no animal contaminado, inflamação na região bucal e podal (pés), com posterior infecção secundária. Com a boca cheia de afta, o animal não consegue comer e perde peso, além de apresentar retardo de reprodução. São graves prejuízos econômicos, pois a exportação de carne dos Estados sem o controle da doença é proibida, embora o vírus não seja transmitido para o homem.