Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

Professores sergipanos participam de curso de prevenção de drogas nas escolas

Mais de 50 professores das redes pública estadual e municipal de ensino de Sergipe estão participando do 1º Curso de Prevenção de Drogas, promovido pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB).
16 de Janeiro de 2007 | 04:30

Mais de 50 professores das redes pública estadual e municipal de ensino de Sergipe estão participando do 1º Curso de Prevenção de Drogas, promovido pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB). Ao todo estão sendo capacitados 20 mil professores da 5ª à 8ª séries do ensino fundamental e do ensino médio de 2.287 escolas de todos os estados e do Distrito Federal.  Entre as regiões do país, o Nordeste ocupa o primeiro lugar em número de inscrições, com 836 inscritos de 794 escolas. O curso é ministrado via Internet.

Os professores vão tirar dúvidas e trocar informações sobre a prevenção do uso de drogas entre crianças e adolescentes. O curso tem a duração de quatro meses e o material - um  livro com textos e exercícios, um DVD com 16 filmes de curta duração e um caderno de orientação das atividades - é oferecido pelo MEC e pela Senad. Apesar do curso ser à distância, os professores terão o apoio de 100 tutores contratados pela UnB, entre eles psicólogos, educadores, médicos e estudantes da área de Saúde.

Cada tutor será responsável por acompanhar 200 professores e 23 ou 24 escolas de uma região do país. A atividade semanal do tutor será de 20 horas, das quais oito horas serão cumpridas no Centro de Educação a Distância e no Programa de Estudos e Atenção à Dependência Química, ambos da UnB. As outras 12 horas serão de tutorial virtual onde ele responderá as questões dos professores por correio eletrônico.

Os professores trabalharão em grupos por escola, formados por cinco e dez professores. Cada grupo terá um responsável que levará as dúvidas para o tutor. O trabalho de conclusão do curso, que tem o certificado de especialização emitido pela UnB, será feito pelo grupo, para ser aplicado na escola. Nesta atividade, os cursistas também podem contar com a assessoria do tutor.