Logo

Agência Sergipe
de Notícias

Notícia

SEED monta esquema de apoio para alunos do interior no Vestibular da UFS

Técnicos do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase) estão recepcionando os alunos nos postos fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e distribuindo lanche, canetas, lapiseiras, borrachas e lápis.
15 de Janeiro de 2007 | 09:20

Foto: Joarez Silveira/SEEDPara que 500 estudantes do interior tenham condições de realizar as provas do Vestibular 2007 da Universidade Federal de Sergipe (UFS), a Secretaria de Estado da Educação (SEED) montou um esquema especial. Técnicos do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase) estão recepcionando os alunos nos postos fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e distribuindo lanche, canetas, lapiseiras, borrachas e lápis. Ao todo, foram disponibilizados 11 ônibus e três carros utilitários para levar os alunos de suas cidades de origem até Aracaju e Itabaiana, onde estão sendo realizadas as provas da UFS.

Pela manhã, os alunos, acompanhados dos técnicos da Dase, realizam as provas. Durante a tarde, os candidatos participam da revisão dos conteúdos do Programa Pré-Universitário, na quadra do Colégio Estadual Dom Luciano. A revisão acontece até a próxima terça-feira, 16, quando serão abordados temas sociais para a prova de redação. Durante os quatro dias de revisão de conteúdo, os estudantes recebem apostilas contendo os assuntos de cada exame. As provas do Vestibular da UFS acontecem até esta quarta-feira, 17, com a realização da prova de redação.

Para o estudante Valério Augusto Barreto, do Colégio Estadual José Passos, em Ribeirópolis, e que tenta uma vaga no curso de Matemática, a iniciativa é importante. ?Ela oferece um reforço substancial para a obtenção de um bom resultado nas provas?, disse ele. A estudante Tatiane dos Santos Cruz, do Colégio Estadual Felisbelo Freire, em Itaporanga D?Ajuda, e que disputa uma vaga no curso de Licenciatura em Letras, tem a mesma opinião. ?A ação significa um incentivo para que o estudante da rede pública dispute em condições de igualdade com os demais alunos da rede particular?, afirmou Tatiane.

 

  • Medium 6a25d40378b1a81944ac94a9558d6e32
Medium 6a25d40378b1a81944ac94a9558d6e32